Preservação da Fertilidade

Preservação da Fertilidade

Congelamento de Gametas

As técnicas de reprodução assistida permitem também a preservação dos gametas, óvulos e espermatozóides, para gravidez futura ou para a preservação da fertilidade.

(RESOLUÇÃO CFM nº 2.121/2015 (Publicada no D.O.U. de 24 de setembro de 2015, Seção I, p. 117)

  • Preservação da fertilidade

    Algumas doenças, ou as complicações associadas ao seu tratamento, podem comprometer a produção de óvulos e espermatozoides e, a fertilidade futura dos seus portadores. O câncer, sem sombra de dúvida, é a doença em que, ele próprio ou seus tratamentos, mais afeta a fertilidade masculina e feminina por ação direta sobre as gônadas.

     

    A outra situação, que diz respeito mais à mulher, vem de encontro às modificações culturais da sociedade moderna. A mais importante é a atuação das mulheres no mercado de trabalho. Como consequência, observamos a postergação da maternidade.

  • Técnicas para preservação da fertilidade

    Congelamento de sêmen – É uma técnica bem estabelecida há muito tempo e com excelentes resultados. O sêmen é coletado por masturbação (alguns casos cirurgia) em várias amostras. Em seguida congelado a -196°C e armazenado por tempo indeterminado.

    Congelamento de óvulos – A técnica de maior sucesso, a vitrificação, é relativamente nova, mas com resultados muito bons. As pacientes são submetidas a um ciclo de fertilização in vitro. Os óvulos obtidos são congelados e podem ser utilizados quando for mais apropriado. Os óvulos podem ser descartados se não forem mais desejados.

     

    Congelamento de tecido ovariano – É uma técnica em estudo com taxas de sucesso ainda muito baixas. Indicada principalmente para mulheres que não podem se submeter à estimulação ovariana para coleta dos óvulos. Precisa de uma cirurgia (videolaparoscopia), retiramos fragmentos do ovário que são congelados por tempo indeterminado. Posteriormente, esses fragmentos podem ser implantados no corpo para futura coleta de óvulos.

O que é Preservação da Fertilidade?

Com o avanço da medicina, dos tratamentos e diagnósticos mais aprimorados, uma série de técnicas surgiu para a preservação da fertilidade, ou seja, a mulher pode optar por alguns processos que vão ajudá-la a ser mãe mesmo que ela sofra com alguns problemas, tais como menopausa precoce ou mesmo algum tratamento agressivo como quimioterapia, entre outros.

Procedimentos para Preservação da Fertilidade

Existem alguns procedimentos para a preservação da fertilidade. O congelamento dos óvulos é uma boa alternativa a ser considerada. Para que se obtenha sucesso, a mulher deve passar pelo mesmo procedimento da Fertilização In Vitro. Os ovários devem ser estimulados com medicamentos, o crescimento dos folículos ovulatórios é acompanhado pelo ultrassom para que depois possam ser colhidos. Após o procedimento são desidratados e congelados. Para preservação da fertilidade também é possível congelar o tecido ovariano. Para isso, é preciso tirar um dos ovários ou parte dele, que será fragmentado em pequenos grupos e congelado. Existe ainda outra alternativa para preservação da fertilidade: o congelamento dos embriões. Essa técnica só é indicada em casos extremos já o número de embriões formados normalmente é maior do que o utilizado. Porém embriões são considerados como seres vivos, portanto, não é possível descartar esse material. As opções são de doá-lo para outro casal ou para pesquisa científica.


Se você ainda tem dúvidas sobre esse assunto entre em contato conosco!

Fale com o Doutor

Dr. Gilberto da Costa Freitas

Doutor em Medicina Reprodutiva pela USP, especialista em reprodução humana há quase 30 anos e possui excelência nos tratamentos.

Fale Conosco